Blitz

O que vão os Arcade Fire tocar hoje em Lisboa: em Madrid serviram os êxitos, cantaram Clash e não houve protestos

22 setembro 2022 11:39

Arcade Fire no Koko, em Londres

simone joyner/getty images

Os canadianos Arcade Fire dão esta quinta-feira o primeiro de dois concertos no Campo Pequeno, em Lisboa. Conheça o alinhamento provável e saiba como correu o concerto de ontem em Madrid, lotado e sem protestos contra o vocalista, envolvido em alegações de conduta sexual imprópria

22 setembro 2022 11:39

Os Arcade Fire regressam esta quinta-feira a Portugal para o primeiro de dois concertos no Campo Pequeno, em Lisboa, integrados na digressão de promoção ao mais recente álbum, “We”. O grupo canadiano viu a nova tour ser ensombrada pelas alegações de conduta sexual imprópria feitas por várias mulheres contra o líder e vocalista Win Butler, que levaram inclusivamente ao abandono da compatriota Feist, contratada para assegurar as primeiras partes – no seu lugar, atuará em Lisboa a histórica banda haitiana Boukman Eksperyans.

Esta quarta-feira, em Espanha, a banda juntou as novas canções a sucessos como ‘Ready to Start’, ‘Reflektor’, ‘Everything Now’ ou ‘Wake Up’, oferecendo também uma versão de ‘Spanish Bombs’, dos Clash – o alinhamento provável das atuações em Lisboa ser consultado no final da página. Algumas das canções – casos de ‘Afterlife’ ou ‘Sprawl II (Mountains Beyond Mountains)’ – têm sido servidas num segundo palco montado no meio da plateia, espaço onde, em Madrid, foi também apresentado o encore, composto por ‘End of the Empire I-III’, ‘End of the Empire IV (Saggitarius A*)’, ambas retiradas de “We”, a versão dos Clash e ‘Wake Up’.

Segundo reportagem do jornal “El Mundo”, o espetáculo de Madrid, que decorreu na sala Wizink Center, esteve lotado: “um concerto notável, sem rasto de protestos pelas acusações de assédio sexual ao líder e cantor Win Butler”. Destacando o “cenário à Pink Floyd” e a eficácia de “canções simples”, o jornal espanhol reporta que depois de um final que junta “uma versão quase acústica e pujante” de ‘Spanish Bombs’ dos Clash a uma “irrepreensível” ‘Wake Up’ a banda abandonou a sala “com uma espécie de batucada junto do público”.

O espetáculo desta noite em Lisboa terá início às 20h com a atuação de Boukman Eksperyans, subindo os Arcade Fire ao palco por volta das 21h. Os bilhetes para os dois espetáculos no Campo Pequeno, à venda nos locais habituais, custam entre 40 e 143,50 euros – tanto para o concerto de hoje como para o de amanhã, já só estão disponíveis ingressos para as bancadas.

‘Age of Anxiety I’
‘Ready to Start’
‘Neighborhood #1 (Tunnels)’
‘Put Your Money on Me’
‘Afterlife’
‘Reflektor’
‘Age of Anxiety II (Rabbit Hole)’
‘The Lightning I’
‘The Lightning II’
‘Rebellion (Lies)’
‘Here Comes the Night Time’
‘Modern Man’
‘The Suburbs’
‘Sprawl II (Mountains Beyond Mountains)’
‘Unconditional I (Lookout Kid)’
‘Everything Now’

‘End of the Empire I-III’
‘End of the Empire IV (Saggitarius A*)’
‘Wake Up’