Blitz

Arcade Fire respondem ao abandono de Feist: "Temos muita pena, mas respeitamos a sua decisão"

2 setembro 2022 10:42

Arcade Fire

Após as acusações de conduta sexual imprópria de que o vocalista Win Butler foi alvo, Leslie Feist decidiu abandonar a digressão europeia da banda, da qual faria a primeira parte. Agora, os Arcade Fire comentaram a sua saída

2 setembro 2022 10:42

Depois de Leslie Feist, artista que deveria abrir os concertos dos Arcade Fire na presente digressão europeia, ter decidido abandonar a mesma, à luz das acusações de conduta sexual imprópria contra o vocalista Win Butler, a banda canadiana respondeu com um breve comunicado.

“Temos muita pena que a Leslie vá para casa, mas compreendemos perfeitamente e respeitamos a sua decisão”, escreveram os Arcade Fire.

Esta quinta-feira, Leslie Feist partilhou uma longa mensagem nas redes sociais, explicando que, após ponderar sobre o assunto, decidiu “voltar para casa” e desistir de fazer a abertura dos restantes concertos dos Arcade Fire na Europa (que incluem duas datas em Lisboa, a 22 e 23 deste mês).

"A minha decisão é imperfeita, mas estou certa que a melhor forma de tomar conta da minha banda, da minha equipa e da minha família é afastar-me desta digressão, mas não deste diálogo. Nos dois últimos concertos, as minhas canções tomaram a decisão por mim. Ouvi-las à luz destes acontecimentos tornou-as incoerentes face ao trabalho que sempre desenvolvi ao longo da minha carreira. Sempre escrevi canções para identificar as minhas próprias dificuldades, tentar ser o melhor que pudesse e assumir as minhas responsabilidades. Então, vou assumir as minhas responsabilidades e voltar para casa”, justificou Feist.