Mariana Leitão

Mariana Leitão

Presidente do Conselho Nacional da IL

  • Memento mori

    Mariana Leitão

    Memento mori

    31.01.2023 às 13h33

    Mariana Leitão

    Enquanto o diploma da eutanásia continua neste interminável circuito São Bento-Belém-Rua do Século, perdido em definições, clarificações e afinações semânticas, continua a negar-se uma escolha individual, legítima e fundamental a quem está numa situação de sofrimento de grande intensidade

  • A semântica de Mortágua

    Mariana Leitão

    A semântica de Mortágua

    17.01.2023 às 12h04

    Mariana Leitão

    O BE invoca arrogantemente uma espécie de moralidade absoluta, da qual os seus membros são os únicos titulares, acena com os fantasmas de sempre para tentar condicionar os adversários políticos e quer impor aquela que, para si, é uma única forma admissível de ser, pensar e falar

  • Rui Rio deixou escola

    Mariana Leitão

    Rui Rio deixou escola

    10.01.2023 às 11h24

    Mariana Leitão

    Nos últimos cinco anos temos assistido a um PSD cada vez mais similar ao PS: mais preocupado com a defesa dos seus interesses e das suas clientelas do que em fazer oposição e escrutínio

  • Banho de ética à PS

    Mariana Leitão

    Banho de ética à PS

    27.12.2022 às 10h01

    Mariana Leitão

    Com um belo pecúlio no mealheiro, Alexandra Reis transitou da administração de empresas públicas para a esfera política mais depressa do que um membro da Juventude Socialista transita para assessor de um gabinete do Governo

  • A maioria absoluta do desespero

    Mariana Leitão

    A maioria absoluta do desespero

    06.12.2022 às 8h14

    Mariana Leitão

    Estamos perante um Governo bloqueado, um Governo cansado, um Governo esgotado. Não há álibis ou desculpas que lhe valham, a responsabilidade absoluta é de António Costa. É um facto político surpreendente, mas está à nossa frente: esta é uma maioria absoluta em desespero

  • Saúde, mas só para ricos

    Mariana Leitão

    Saúde, mas só para ricos

    29.11.2022 às 8h56

    Mariana Leitão

    Uma larga fatia da população paga duas vezes pela sua saúde. Paga através dos respetivos impostos e paga quando recorre a prestadores privados ou sociais. Mas e os que não têm dinheiro para o fazer?