Deputada apresenta queixa

Wikipedia acusada de fazer propaganda nazi

7 dezembro 2007 16:12

Katina Schubert, deputada alemã de esquerda, apresentou queixa na polícia de Berlim contra a enciclopédia online. Em causa está o "uso excessivo" dos símbolos nazis.

7 dezembro 2007 16:12

Schubert critica a versão alemã da Wikipedia por conter demasiadas vezes a suástica, particularmente no artigo sobre o Movimento Juventude Hitleriana. "A extensão e frequência do símbolo vai muito para lá do que é preciso para documentar a informação política", justifica a deputada, lembrando que na Alemanha o uso do símbolo nazi só é permitido para fins educacionais.

"Não se trata de restringir a liberdade de expressão, mas sim perceber quais são os limites". A queixa foi rejeitada pela organização responsável pela versão alemã da Wikipedia, que não percebe "qual o problema da senhora Schubert".

De acordo com Arne Klempert, director da Wikipedia Alemanha, "o importante é o contexto em que os símbolos são usados", sendo que na página sobre o nazismo "é claramente documentação educacional".

Katina Schubert, que antes de apresentar a queixa contra a Wikipedia teve aconselhamento jurídico sobre o tema, pretende lançar o debate público sobre até que ponto a Internet deve servir de plataforma de informação sobre ideologias extremistas, anti-semíticas e racistas.

"Há grupos neo-Nazis que estão a tentar tirar proveito deste tipo de estruturas, situação que deve ser parada a tempo".